0003.jpg

Projetos

EXPOCEMI

Múltiplas Brasilidades

Aplicativos de Informática

Idealize

Semana Tecnológica

Projeto Empreendedorismo (previsto para 2022).

EXPOCEMI

          A EXPOCEMI é a Exposição de Ciências e Tecnologia do CEM, um projeto focado no desenvolvimento da criatividade, na resolução de problemas com o emprego dos procedimentos e técnicas da ciência e no desenvolvimento da habilidade comunicativa oral e escrita. Tem como objetivo apoiar a iniciativa, a responsabilidade e incentivar o jovem a desenvolver projetos, utilizando o método científico e tecnológico como um dos instrumentos para o desenvolvimento de habilidades específicas investigativas. O projeto configura-se como um momento de culminância dos trabalhos desenvolvidos na disciplina de Iniciação Científica ( 1º e 2º sem) e nas Trilhas de Aprendizagens ( 3º sem). Os estudantes finalistas devem expor seus projetos em estandes de medida padrão e durante a Mostra de Projetos deverão apresentar aos avaliadores o Relatório do Projeto, o Plano de Pesquisa, o Diário de Bordo. Estas documentações serão avaliadas juntamente do pôster do projeto e da apresentação oral, de acordo com os Critérios de Avaliação da feira. No ano de 2020, a EXPOCEMI foi realizada numa versão totalmente online devido à pandemia, através do Google Meet e do canal de Youtube do CEMI: o Cemieduca. A cerimônia de premiação aconteceu de forma presencial seguindo todos os protocolos de segurança. Em 2021, a EXPOCEMI acontecerá de forma híbrida, com exposição de trabalhos de forma presencial, oficinas e palestras nas 72 plataformas virtuais. Todo o processo de inscrição, organização e avaliação se dará pela plataforma Even 3 e ocorrerá entre 8 e 13 de novembro.

Múltiplas Brasilidades

          O projeto se fundamenta na intenção de aplicar métodos, técnicas e recursos para criação de vídeos que consigam informar produtores e telespectadores sobre questões gerais da afro-brasilidade e entrelaça-las ao desenvolvimento de habilidades tecnológicas voltadas ao perfil e realidade cognitiva dos/as jovens estudantes contemporâneos/as. Procura-se, de forma mais específica, possibilitar a desconstrução de ideias preconcebidas sobre a cultura afro-brasileira; valorizar iniciativas de inclusão, dando visibilidade às ações afirmativas já promovidas pela sociedade; operar a valorização e preservação do patrimônio cultural afro-brasileiro; ampliar o conhecimento e a compreensão sobre a história dos/as afrodescendentes e a história da África; implementar de forma abrangente a Lei 10.639; relacionar e adequar o tema da “Consciência negra” às diversas disciplinas do currículo regular e do tecnológico; agregar conteúdos às condições de aprendizado da aluna e aluno informatizado, tecnológico, multi-identitário, dinâmico e complexo. Em 2021, o projeto foi reformulado e incorporado à Trilha de Aprendizagem de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas.


Aplicativos de Informática

Visa proporcionar aos alunos o aprendizado sobre desenvolvimento de um software aplicativo que poderá ser utilizado de forma real. Visando assim à consolidação do aprendizado em programação aplicado à prática.

OBJETIVOS
●Promover a prática de programação;
●Aplicar os conhecimentos adquiridos em sala de aula e laboratório;
●Valorizar a criatividade dos estudantes;
●Aumentar o interesse dos alunos no aprendizado de programação;
●Valorizar a capacidade cognitiva e intelectual dos discentes;
●Motivar o(a) estudante na busca de solução para problemas reais.

Principais ações:
As aulas serão ministradas pela professora da disciplina. Ela trabalhará com a linguagem e ferramentas necessárias para desenvolvimento dos referidos aplicativos. Cabe ressaltar também que o conteúdo da disciplina de LTPIII estará todo voltado para o aprendizado do desenvolvimento destes. A aprendizagem envolverá:
●Emprego de lógica de programação em blocos.
●Acesso a internet
●Utilização da tecnologia App Inventor
●Sistema Operacional Windows 10
●Computador pessoal de cada estudante
●Smartphone

Avaliação do Projeto:
Em virtude do ensino remoto devido à pandemia do novo Corona Vírus, o referido projeto será de realização optativa. Será avaliado dentro de 5,00 pontos. A nota alcançada será atribuída à disciplina de Linguagem e Técnicas de Programação III. O estudante que optar por não desenvolver o projeto deverá realizar as atividades da plataforma Google Sala de Aula.

Idealize

Justificativa
         A escola por si só é promotora de conhecimentos que vão além das disciplinas escolares, constituindo-se terreno fértil para a construção e estímulo para o protagonismo. Este é compreendido como uma postura de proatividade que leva o sujeito a ter condições de refletir a realidade e atuar no enfrentamento das dificuldades visualizadas.
O projeto tem importância na efetivação de uma das principais características da educação: a transformação por excelência. Afinal, a relação professor/aluno, escola/comunidade, faz com que os conhecimentos adquiridos ao longo do tempo sejam difundidos e que as experiências relacionais transformem as interpretações que temos das experiências vividas. Tudo isso, permite que encontremos meios de entendimento e reconhecimento do outro enquanto ser humano. São essas experiências e vivências diárias que educam a percepção do
lugar do outro, de suas especificidades e diferenças. É no cotidiano da escola que se trabalha a existência de limites no tratamento com as pessoas, sobretudo, o respeito com aquele que não compartilha dos mesmos valores e gostos.
Objetivo Geral
         Desenvolver nos educandos o protagonismo para a atuação em situações de Conflitos internos e sociais de forma que sua reflexão/ação se traduza em informação e diálogo.
Objetivos Específicos:

- Refletir sobre a realidade e conflitos emocionais e sociais discutindo possíveis formas de solução ou amenização das dificuldades;
- Utilizar redes sociais para divulgação e discussão das propostas;
- Prevenir e/ou identificar possíveis preconceitos que possam acontecer dentro e fora do ambiente escolar;
- Criar nos educandos sentimento de empatia para com o próximo e suas dificuldades;
- Identificar dificuldades que devem sofrer intervenções da equipe escolar e/ou orientadora;

Avaliação do e no Projeto: realização de encontros com os participantes para debates sobre
dificuldades na aplicação da metodologia, avaliação e renovação de ações de
acompanhamento, as quais não tiveram êxito.

Semana Tecnológica

          O projeto visa fomentar o conhecimento técnico no desenvolvimento de projetos que visem elaborar soluções tecnológicas para problemáticas atuais tais como aplicativos, dispositivos e sistemas, além da análise de dados em diversas temáticas com o uso de computador. É uma oportunidade do estudante vivenciar o mundo das Tecnologias da Informação e se aproximar do mercado de trabalho. O projeto está em formulação e ocorrerá entre 8 e 13 de novembro junto com a ExpoCemi.
Principais ações:
         O projeto atenderá alunos dos 2º, 4º semestres e 6º semestres (atualmente 3º ano). O projeto será apoiado por 3 disciplinas de frente: Metodologia Científica (2º semestre), Introdução ao Projeto Final de Curso (4º semestre) e Desenvolvimento de Projeto (6º Semestre), atualmente IC - Iniciação Científica. As principais ações são:


● Palestras;
● Apresentações orais e escritas;
● Prototipação;
● Oficinas práticas e teóricas;
● Práticas empreendedoras.

          Os trabalhos serão avaliados por banca específica, segundo critérios técnicos e considerando a qualidade dos trabalhos em exposição. A 1º edição desse evento ocorrerá em 2021, portanto os detalhes estão sendo construídos.

Empreendedorismo (2022)

“Startups CEMI - Acelerando Talentos & Ideias”
           Objetivos:
● Oportunizar aos alunos uma aplicação prática dos conteúdos das disciplinas técnicas cursadas ao longo dos semestres, em habilidades e competências por eles adquiridas conjuntamente e/ou interdisciplinarmente na construção de um modelo de negócio/produto/ação empreendedora, para soluções de problemas sociais relevantes na sua comunidade.
● Propiciar e fomentar o empreendedorismo pelo desenvolvimento de ações práticas e/ou projetos com e pelos alunos, de aplicação e alcance em questões de problemas sociais relevantes, com ideias e soluções genuínas.

          Principais Ações: para atender metodologicamente o significado de empreendedorismo segundo as expectativas da nova BNCC, que venham assegurar aos alunos o alcance dos objetivos da aprendizagem propostos na perspectiva do projeto, vamos privilegiar metodologias ativas que estimulem a prática de competências, habilidades e conhecimentos adquiridos ao longo do processo de sua formação técnica, e que evidenciem o protagonismo dos alunos no desenvolvimento e construção de um modelo de negócio/produto/ação empreendedora, preferencialmente, focado na área da Informática, quer num formato individual, quer num formato colaborativo em grupos de trabalho, definido segundo seus próprios interesses e escolhas. [trecho base: Proposta de Trilhas de Aprendizagem – Área Técnica/2020 (com adaptações)] Objetivando atender fundamentalmente estas metodologias, empregadas no desenvolvimento do projeto as seguintes ações:
         1ª Fase: após a conclusão das abordagens teóricas dos conteúdos previstos nas disciplinas técnicas ao longo dos semestres antecessores pelos professores destas disciplinas, todas as turmas do semestre de aplicação serão orientadas pelo Professor Coordenador, com base no programa/roteiro proposto a ser seguido pelos alunos. Nesta fase a metodologia adotada será o sistema direto de orientação e supervisão pelo Professor Coordenação, onde todas as instruções e orientações necessárias à construção e ao desenvolvimento da execução do projeto serão apresentadas aos alunos de todas as turmas, cabendo aos mesmos o total papel de protagonismo na execução das proposições previstas no programa/roteiro a eles atribuídos. Também nesta fase, os alunos receberão de outros professores de disciplinas técnicas correlatas aos temas abordados e participantes do projeto, instruções  e orientações adicionais nas respectivas áreas de conhecimento/competência de suas disciplinas, conforme as necessidades/demandas apresentadas pelos alunos.

          2ª Fase: nesta fase a metodologia adotada de orientação será a supervisão indireta, exercida pelos Professores Supervisores, em conjunto com o Professor Coordenador. Nesta fase, a critério de escolha definido tanto pelo Professor Coordenador quanto pelos Professores Supervisores, com base nos desempenhos apresentados em competências, habilidades e conhecimentos adquiridos ao longo dos semestres anteriores, Alunos Monitores destas turmas, que poderão ser designados para atuarem junto às suas turmas de origem, contribuindo assim para uma maior agilidade nos processos de comunicação necessários ao desenvolvimento do projeto.
Avaliação do e no Projeto:
         O processo avaliativo estará todo focado na análise do desempenho verificado em todas as etapas das atividades práticas desenvolvidas pelo aluno e/ou grupo e ocorrerá de três formas:

a)Por um colegiado de professores diretamente envolvidos nas etapas de desenvolvimento do projeto e/ou práticas;
b)Por um colegiado de alunos diretamente envolvidos com o aluno avaliado, em todas as etapas de desenvolvimento do projeto e/ou práticas em conjunto;
c) Autoavaliação de desempenho pelo próprio aluno e/ou grupo;


[trecho base: Proposta de Trilhas de Aprendizagem – Área Técnica/2020 (com adaptações)]